segunda-feira, 1 de junho de 2009

Dia Mundial da Criança


Nasci-te



No meu ventre de mulher cresceu teu feto

e foi a minha boca que te deu palavras

e silêncios para tu gritares

Dos meus braços multipliquei teus braços

e dei distâncias para tu voares

Dei-te tempos-de-nada

medidos de coragem

E foste. E és.

Manuela Amaral

4 comentários:

Andradarte disse...

Bonita postagem. A imagem
é um mimo.
Lindo
Beijo

Isa disse...

Vim até aqui e deparo-me com uma
imagem comovedora e um poema lindo.
Beijo.
isa.

anamarta disse...

Lindo poema! desconhecia... mas gostei muito! e a imagem é um espanto!
Um beijo

Baila sem peso disse...

Que bela imagem!!
O centro de um ventre coragem!
No dia da criança
um falar lindo de lembrança!!

Um dizer com palavra bonita
Obrigada pela partilha
Um bjinho e boa semanita