quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Flores para mim, no dia dos meus anos

Lembro que a votação da Blogagem de Outubro começa hoje e decorre até ao dia 31 deste mês.
Se quiserem relembrar o meu texto a concurso podem lê-lo aqui e ,em seguida, votar...se gostarem...

domingo, 25 de outubro de 2009

Terra, espectáculo de Mariza


Esta foi a segunda vez que vi o espectáculo de Mariza.
Vi na Graciosa e agora em Torres Vedras! Não me canso de a ver e ouvir, nem de elogiar o seu profissionalismo e a qualidade dos seus músicos!
Se tiverem oportunidade, não a percam!

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Bom fim de semana

video



Tenham um bom fim de semana e deliciem-se com o gatinho que gosta de beber água à torneira.

Regresso à poesia


Bebido o luar
Sophia de Mello Breyner Andresen

Bebido o luar, ébrios de horizontes,
Julgamos que viver era abraçar
O rumor dos pinhais, o azul dos montes
E todos os jardins verdes do mar.

Mas solitários somos e passamos,
Não são nossos os frutos nem as flores,
O céu e o mar apagam-se exteriores
E tornam-se os fantasmas que sonhamos.

Por quê jardins que nós não colheremos,
Límpidos nas auroras a nascer,
Por quê o céu e o mar se não seremos
Nunca os deuses capazes de os viver.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

domingo, 18 de outubro de 2009

Manjares dos Deuses


Come-se bem na minha terra…reflectindo sobre o assunto dei comigo a pensar em três terras. Pois é eu sou uma pessoa afortunada, tenho três terras …A minha terra natal, aquela onde nasci , o Alentejo da bela paleta de cores na Primavera e do amarelo que vem acompanhado das altas temperaturas que convidam a dietas frescas,no Verão. Mas, pelos meus dezoito anos, curso do magistério terminado e não conformada com o fim dos estudos, ainda que entusiasmada com o princípio de uma carreira profissional rumei ao Oeste, onde permaneço. Mas a vida vai-nos trazendo algumas benesses e eu tive a sorte de poder ter um porto de abrigo nos Açores, na ilha Graciosa. É um amor tardio mas dedicado: adoptámo-nos mutuamente…Assim, quando penso em boa comida tenho memórias gostosas destas três regiões do nosso querido Portugal.Do Alentejo trago ainda hoje na minha memória afectiva a bela açorda, bem condimentada com o sabor intenso e bom dos coentros e do ovo de galinhas caseiras, de gema bem amarelinha!Mas também não esqueço as migas com carne de porco frita ou a “vinagrada”, hoje mais conhecida por gaspacho ,uma sopa fria para comer no longo Verão Alentejano. Poderia também falar dos ensopados de borrego, ou dos jantarinhos de grão ou feijão com carne de porco ou de azeite, conforme as bolsas.Delicio-me com todos esses manjares no Armazém Central, restaurante do complexo mineiro do Lousal, no concelho de Grândola. Ancorei no Oeste, concelhos de Lourinhã e Torres Vedras, respectivamente, onde me fixei durante toda a minha vida activa.Trabalhei, estudei e banqueteei-me com os excelentes petiscos oestinos, do sarrabulho da senhora Jesuina, ao bacalhau com batatas a murro do pão Saloio,às belas caldeiradas de Peniche . Há um sem número de petiscos de se lhe tirar o chapéu! Estou a lembrar-me do arroz e açorda de marisco da Ericeira, onde o mar é mais azul…Nos Açores posso desfrutar da beleza natural , da amenidade do clima e da boa gastronomia , com saborosos pratos de carne e peixe, dois produtos daí originários. E que dizer dos apetitosos queijos das ilhas?Quando chego à Graciosa, minha ilha encantada, vou à Folga comer o caldo à Pescador da D.Maria, feito com peixinho pescado no dia e ,mais uma vez, ervas aromáticas da ilha como o assaflor.Outro prato delicioso é a moreia frita. É colocada em vinha de alho e depois frita usando a farinha de milho. É um perfeito manjar dos Deuses! Feijão assado a acompanhar a morcela grelhada na brasa é outro dos saborosos pratos típicos. Este texto ficaria incompleto se não referisse os belos doces conventuais alentejanos , os pastéis de feijão de Torres Vedras, as queijadas da Graciosa e claro , os bons vinhos de todas estas regiões.De resto come-se bem em todo o nosso país.

Este texto está a concurso no blogue Aldeia da minha vida. Se gostaram e entenderem que merece um voto... faz favor












terça-feira, 13 de outubro de 2009

Florença, cidade museu




Por estes locais maravilhosos andarei nos próximos dias. Até já!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Conselhos divertidos sobre H1N1

video



Uma forma divertida e pedagógica de falar da gripe A aos mais pequenos e...aos mais velhos!!!

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Amália Rodrigues-Povo que lavas no rio

video

Homenagem a Amália

Este ano faz dez anos que morreu AMÁLIA. Começaram as homenagens!
Acabei de ver um programa na RTP2 em que se falou bastante do filme. De um modo geral as opiniões são semelhantes à minha: faltou realçar a mulher de cultura em que ela se tornou por mérito próprio.
Com um baixo nível de escolaridade, conseguiu levar o fado a camadas da população que até então não o ouviam, porque escolheu bons poemas! Talvez tenha mesmo ajudado a dar a conhecer a boa poesia Portuguesa!
Ela própria escreveu muitos dos poemas dos seus fados! Conseguiu partir de patamar muito baixo e, por mérito próprio com muita inteligência e sensibilidade, elevar-se e ser a grande comunicadora, a grande intérprete do Fado, a pessoa que dignificou o fado!
Saí do filme com essa sensação de saber a pouco. Namoros?Casos? Quem os não tem?
É claro que o filme precisa de vender...e por isso precisa de uns enredos...
De qualquer modo concordo que se tenha feito o filme, e acho que próximos filmes poderão fazer realçar o imenso caracter da MULHER Amália... e assim ficar reposta a justiça!
Este texto foi publicado em Janeiro. Hoje, dia 6 de Outubro,volto a publicá-lo para homenagear Amália. E tendo visto um pouco do dito filme na RTP esta noite, mantenho a mesma opinião.
E o projecto Amália que aí está desenvolvido por novas gerações é promissor.