quinta-feira, 13 de maio de 2010

Poetas locais


Mensagem

Eu queria deixar escrito em letras de ouro
Algo mais belo que o sol e o luar,
Mais rico, mais valioso que um tesouro,
Mais fundo, muito mais fundo do que o mar.

Eu queria deixar gravado em diamante
Algo que fosse uma luz na escuridão.
Mais longo...mais longo que o instante
De um dia e mais outro de solidão.

Mas, há sempre um mas naquilo que faço
Sempre espinhos no caminho onde eu passo
Que avançar mais além não consegui.

E o que era para ter um tom dourado
Não tem sequer um brilho prateado
Mas foi, neste dia,feito para ti.

Maria do Espírito Santo Miranda

8 comentários:

Manuela Freitas disse...

Olá Alcinda,
Que roseiral mais cheiroso!...A ânsia do poeta é tamanha, que nunca encontra as palavras certas e a sua busca é constante.
Gostei muito do soneto.
Beijinhos,
Manuela

Jacque disse...

Lindo Poema....... Linda foto

Beijo

Andradarte disse...

De repente, pensei estar no Actividades
Poeta da moda....
Era giro, um desenho da D.Manuela....
eu tenho o livro...se quiser...
Beijo

Uma Brasileira disse...

Alcinda...


Li e gostei do poema postado, mas essa foto com essas rosas... é o que há de mais lindo!


Abraços do tamanho do oceano que nos separa.

Méon, disse...

Li e gostei.
Quero mais!

Bj

Helena Teixeira disse...

Olá Alcinda!
Um poema muito bonito, Parabéns a Mª. do Espírito Santo. O seu blog cheira a Primavera, adorei :)

Ah, o blog da Aldeia está com 1 visual novo. Espero que goste. E temos também um site giro: www.olhodeturista.pt

Jocas gordas
Lena

Leandro Guedes disse...

É sempre bom passear por este blog. Belas rosas e belo poema.
Beijinhos para ambas.
Leandro Guedes.

Isa disse...

Parabéns pela Poesia e pelas flores!
Beijo.
isa.