quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Antero, o poeta, em Santa Cruz


Antero de Quental passou férias em Santa Cruz no Verão de 1870, com o seu amigo J. Batalha Reis. Pensa-se que aqui, contemplando este mar imenso e luminoso, tenha escrito alguns dos seus sonetos. Torres Vedras erigiu-lhe uma estátua no centenário da sua morte, 1991, e este Verão substituiu-a pela que aqui mostro.


Junto do mar, que erguia gravemente
A trágica voz rouca, enquanto o vento
Passava como o vôo do pensamento
Que busca e hesita, inquieto e intermitente,

Junto do mar sentei-me tristemente,
Olhando o céu pesado e nevoento,
E interroguei, cismando, esse lamento
Que saía das coisas, vagamente...

Que inquieto desejo vos tortura,
Seres elementares, força obscura?
Em volta de que ideia gravitais?

Mas na imensa extensão, onde se esconde
O Inconsciente imortal, só me responde
Um bramido, um queixume, e nada mais...

Antero de Quental, in "Sonetos"

14 comentários:

Isa disse...

"Grande Antero" como Eça lhe chamava.Foi um ser extraordinário.
Gosto muito da poesia dele e ñ só.
Beijo.
isa.

Helena Teixeira disse...

Olá,Alcinda!
Bonito poema de Antero.Fez-me lembrar manhãs ou tardes de Inverno em que eu me sentava,pensativa,nas rochas da praia de Carreço (Viana do Castelo).Adoro o mar em qquer altura do ano,não me canso de nadar,olhar para a imensidão azul.
Esta semana andei por Idanha-a-Nova,venha ver o blog da Aldeia e ler a Aventura.Ou pode também conhecer uma artesã idanhense no Clube das Mulheres Beirãs.
Jocas gordas,
Lena

Andradarte disse...

Bonito Post...com muita arte.
Está mestre.
Beijo

Méon, disse...

A página LUGAR ONDE deste mês é, precisamente, sobre Antero. E lá vem o tal soneto. Saiu hoje no Badaladas e pode ser vista no blogue
http://lugaronde.blogspot.com

(Passe a publicidade)
Gostei deste apontamento. O teu blogue tem uma qualidade técnca acima do comum. Preciso de umas "explicaçõezitas"...
Bj

Avelaneira Florida disse...

Olá Alcinda!!!!

Gosto da poesia de Antero. E este apontamento ´diz bem da luminosidade ( só não se sente a nortada!!!) da praia de Stª Cruz!!!!

Já a estátua, para mim, talvez não seja uma escolha feliz para o enquadramento que tem naquele exacto lugar. Preferia que estivesse mais "arejada", mais perto do mar...

De qualquer modo, Antero merece todas as referências!!!!
Bom fim de semana!!!

José Pinto disse...

As imagens, a notícia e o poema estão perfeitamente sincronizados. Parece que estamos a ver o poeta a ruminar as palavras dos seus versos!
Gostei.
Abraço

pico minha ilha disse...

Belo soneto de outro poeta que gosto de ler.
As férias aqui já terminaram, a escola também já começou e o Verão também se esconde atrás d'um toque de Outono.Tem razão as ilhas são lindas.

Beijinhos Alcinda

Silvana Nunes .'. disse...

Nossa, Antero de Quental é tudo de bom.
Muito interessante o seu cantinho. Voltarei com mais calma, pois hoje já estou de saídapara o trabalho.
meu território já está marcado (rs).
Saudações Florestais !

Isa disse...

Obrigada pela visita. Ainda bem que
gostou.
Beijo.
isa.

Helena Teixeira disse...

Olá,Alcinda!
Por onde anda,amiga?
Espero que esteja tudo bem.
Voltei so para lembrar da Blogagem de Outubro da Aldeia.O tema é "Na Minha Terra,come-se bem".Participe!
Jocas gordas,Lena

elvira carvalho disse...

Não conheço esta estátua, mas a Praia de Santa Cruz é muito bonita.
De modo que não custa a acreditar que tenha sido a musa inspiradora para o soneto.
Um abraço

Isa disse...

Ah,esqueci-me de perguntar: as aulas já começaram?
Tudo a correr bem.
Beijo.
isa.

*Lisa_B* disse...

Ola linda :-)
espero que esteja tudo bem por aí e consigo (tigo).
Eu voltei um pouco mais calma embora com todo o stress, preocupação, sofrimento tenha perdido alguma memoria mas com o tempo recuperarei (espero que sim ).
Depois voltarei para ler tudo que aqui revela nos posts e ja fiquei presa aqui ao que me pareceu "soldadinhos" não de chumbo evidente mas muito parecidos; desculpem as familias por tal comparação.
Beijinhos e obrigada por tudo.

pico minha ilha disse...

Passei para deixar um beijinho, espero que esteja tudo bem.